Dicas infalíveis para acertar nas cores da sua casa

Com a infinidade de cores que existem hoje no mercado, fica bem difícil escolher cores que combinam e tragam a personalidade e personalização que cada pessoa gosta.

E a escolha das cores fica ainda mais difícil quando falamos do ambiente que moramos, ou seja, da nossa casa. Quando recebemos algum cliente, surge sempre o argumento: “queremos que as cores transmitam nossa personalidade, mas sem ser chamativo”.

Se você está vivendo este desafio, vou te ajudar com algumas dicas infalíveis de como você deve escolher as cores para o seu lar. Vamos lá?

Comece escolhendo a cor pela sensação que você quer transmitir, qual a energia que o ambiente deve ter. Se o espaço for algum lugar de descontração, escolha as cores quentes, como vermelho, laranja, amarelo. Já para ambientes como quarto e escritório, que precisam de uma energia mais calma, o ideal é escolher cores frias: azul, cinza, branco, etc.

Outra dica que nós Arquitetos sempre usamos, é a regra 30-60-10. Você conhece? Ela serve para equilibrar uma paleta de cores. Com esta regra, devemos usar 3 cores no ambiente. Uma das cores deve ser dominante, ocupando 60% do espaço, como a pintura das paredes, por exemplo.

Com a segunda cor, você deve ocupar 30% do ambiente. Já a última cor, que geralmente é a mais forte, você ocupa com os 10% que resta. É uma ótima maneira de balancear.

Outro método para equilibrar as cores é o esquema de tons análogos. Nele você escolhe 3 cores, sendo 2 primárias e a que sobrar deve ser a mistura das duas anteriores. Exemplo: vermelho, roxo e azul.

E, por último, a dica mais simples: escolha cores complementares. Nela você escolhe apenas duas cores, que precisam ter um contraste bem forte entre elas, como vermelho e amarelo. Elas devem ser usadas nos pequenos detalhes, como almofadas, por exemplo.

Gostou das nossas dicas?

Lembre-se que para um resultado perfeito, você pode entrar em contato conosco.



Deixe uma resposta